Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
  • Acessibilidade
  • Alto Contraste
  • Mapa do Site
  • PortugueseEnglishSpanishChinese (Simplified)FrenchGermanItalian
Página Inicial > Notícias > Notícias (Foto Pequena) > Campus Zé Doca celebra ano do afrodescendente
Início do conteúdo da página Notícias

Campus Zé Doca celebra ano do afrodescendente

  • Assessoria de Comunicação
  • publicado 01/12/2011 14h10
  • última modificação 01/12/2011 14h10
zd-scn12011 foi eleito o Ano Internacional do Afrodescendente. No IFMA – Campus Zé Doca, o grupo de estudo GIEPSA – Grupo Interdisciplinar de Estudos e Pesquisas Socioambientais, com o apoio do NEABI – Zé Doca, do NPPGI, do NTI e dos demais núcleos e departamentos, realizou, no último dia 20, um evento centrado na consciência negra, identidade, religião e ações afirmativas.

Na programação, palestra com o conferencista do Campus Monte Castelo, Gerson  Lindoso, que abordou a temática  “Mídia e Intolerância Afro-religiosa” e o conferencista José Pinheiro, que versou sobre “A Aplicação da Lei nº 10.639/03 na Educação Técnica e Tecnológica”.

zd-scn2O evento contou, ainda, com apresentações culturais de alunos, como o recital da obra de Castro Alves, “O Navio Negreiro”, e do grupo “Capoeira com K”, do mestre Ribamar, de Zé Doca. À noite, foi feita a retrospectiva dos eventos já realizados no campus que promoveram a valorização da cultura afro-brasileira e indígena e encerramento com a apresentação do NEABI – Núcleo de Estudos Afro-brasileiros e Indiodescendentes.
A celebração reforçou os princípios apregoados na Lei 10.639/03, que dever ser cotidianamente posta em prática e não apenas nos dias de comemoração, para promover a tomada de consciência sobre a importância do negro na sociedade brasileira, a valorização de sua identidade e dos elementos da cultura e religiosidade africana, os quais estão na base das principais manifestações da cultura popular brasileira.
Assunto(s): Campus Pinheiro
Fim do conteúdo da página