Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
  • Acessibilidade
  • Alto Contraste
  • Mapa do Site
  • PortugueseEnglishSpanishChinese (Simplified)FrenchGermanItalian
Página Inicial > Notícias > Notícias (Foto Pequena) > Mulheres Mil é destaque em reportagem da Rede Globo
Início do conteúdo da página Notícias

Mulheres Mil é destaque em reportagem da Rede Globo

  • Assessoria de Comunicação
  • publicado 21/06/2012 15h04
  • última modificação 21/06/2012 15h04

Desenvolvido pelo Governo Federal, o Programa Mulheres Mil foi apontado como um dos caminhos para combater a miséria e garantir o desenvolvimento sustentável. Numa reportagem especial sobre a Conferência da ONU Rio+20, a Rede Globo mostrou a experiência de sucesso do Instituto Federal do Maranhão (IFMA) com o Mulheres Mil, que permitiu que moradoras da periferia de São Luís pudessem receber qualificação profissional na área de preparo e manuseio de alimentos.

Por outro lado, a equipe jornalística visitou a cidade maranhense de Marajá do Sena, e verificou a situação de extrema pobreza da população desse município.

A gestora do Programa Mulheres Mil do IFMA, Maria Tereza Fabbro, explicou como as aulas de culinária puderam promover a autonomia das alunas. Uma das egressas do curso, Rosilda Castro, virou uma microempresária e hoje emprega outras pessoas.

A reportagem foi exibida nesta quinta-feira, 21, no telejornal Bom Dia Brasil. Assista ao vídeo.

 

Bastidores
globoA gravação foi feita no final do mês de abril. A repórter Cristina Serra visitou as instalações do Campus Monte Castelo, onde acompanhou uma das aulas de culinária e experimentou alguns quitutes preparados pelas alunas.

 

 

 

 

Mulheres Mil no Maranhão
No Maranhão, o Programa Mulheres Mil é desenvolvido pelo IFMA desde 2009. Mais de 200 alunas já foram capacitadas em cursos profissionalizantes nas áreas de alimentos, artesanato e hotelaria (camareira). O programa está em funcionamento nos campi Açailândia, Buriticupu, Monte Castelo, São João dos Patos e Zé Doca e ganhará novas turmas nos campi Caxias, Centro Histórico, Codó, Imperatriz, Pinheiro e Santa Inês. Existe uma turma especial que atende mulheres do sistema prisional.

Assunto(s): Campus Pinheiro
Fim do conteúdo da página