Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
  • Acessibilidade
  • Alto Contraste
  • Mapa do Site
  • PortugueseEnglishSpanishChinese (Simplified)FrenchGermanItalian
Página Inicial > Notícias > Campus Pinheiro promove II Simpósio de Educação Inclusiva
Início do conteúdo da página Notícias

Campus Pinheiro promove II Simpósio de Educação Inclusiva

A programação contou com palestras, oficinas e outras atividades nos dias 20 e 21 de setembro.
  • Assessoria de Comunicação, com informações do campus
  • publicado 22/09/2016 15h53
  • última modificação 22/09/2016 15h53

simposio-de-educacao-inclusivaCom o tema “Brasil e Inclusão: realidade ou imaginação?”, a segunda edição do Simpósio de Educação Inclusiva do Instituto Federal do Maranhão (IFMA) Campus Pinheiro foi realizada nos últimos dias 20 e 21 de setembro. Promovido pelo Núcleo de Atendimento às Pessoas com Necessidades Educacionais Específicas (NAPNE), o evento buscou discutir as reivindicações cotidianas por cidadania e participação em igualdade plena de condições no contexto da educação inclusiva.

As palestras foram ministradas pelo transcritor de Braille do Colégio Universitário da UFMA, Maik Machado; pelo auditor do Estado Fábio André Silva Campos; pelo professor Claudeilson Pessoa, que desenvolve estudos sobre travestilidades e deficiência; e pelo professor Rucival, idealizador e coordenador do PROIN (Programação de Formação Continuada e Educação Inclusiva) e do SEDIP (Serviço de diagnóstico e intervenção pedagógica, psicopedagógica e psicomotora da APAE).

A programação contou ainda com jogos de futsal para pessoas com deficiência visual, oficinas de Braille, Audiodescrição, Orientação e Mobilidade, Libras, Soroban e Materiais adaptados. Assim como ocorreu na primeira edição do Simpósio, este ano houve também as atividades do cantinho da saúde, coordenadas pela enfermeira do campus, Maria do Socorro Soares, que esteve à frente das ações de verificação de pressão arterial, pulso e glicemia capilar, além de distribuição de folhetos e preservativos masculinos como medidas e combate de doenças sexualmente transmissíveis, HIV e gravidez indesejada.

Fim do conteúdo da página