Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
  • Acessibilidade
  • Alto Contraste
  • Mapa do Site
  • PortugueseEnglishSpanishChinese (Simplified)FrenchGermanItalian
Página Inicial > Notícias > Concluído curso de extensão em educação quilombola
Início do conteúdo da página Notícias

Concluído curso de extensão em educação quilombola

NEABI realizou o encerramento do curso de extensão em Educação, Escolas Quilombolas e Formação de Professores na Baixada Maranhense no dia 28 de dezembro de 2019.
  • Assessoria de Comunicação
  • publicado 09/01/2020 16h55
  • última modificação 09/01/2020 16h55

No dia 28 de dezembro de 2019, o Instituto Federal do Maranhão Campus Pinheiro, através das ações do Núcleo de Estudos Afro-brasileiros e Indiodescendentes (NEABI), realizou o encerramento do curso de extensão Educação, escolas quilombolas e formação de professores na Baixada Maranhense, que ocorreu ao longo do ano passado.

A formação continuada foi organizada pelo NEABI em parceria com o Movimento Quilombola do Maranhão (MOQUIBOM) e da Universidade Federal do Maranhão (UFMA) Campus Pinheiro, com apoio da prefeitura municipal de Santa Helena. Levando em consideração as orientações contidas nas Diretrizes Curriculares para a Educação Quilombola, as oficinas oferecidas buscaram prezar pelo caráter interdisciplinar, articulando os saberes e existências produzidos pelos quilombolas ao longo do seu processo de organização política e social com os conhecimentos veiculados através dos currículos adotados em escolas localizadas nos territórios quilombolas da Baixada Ocidental Maranhense. A formação teve 200 horas de atividades, que foram desenvolvidas entre os meses de maio e dezembro de 2019. Com alternância entre o Campus Pinheiro e o território quilombola Pau Pombo, Santa Helena (MA), os encontros abordaram conteúdos práticos e teóricos sobre os elementos curriculares que dialogam com a matriz etnoracial, como também nos conteúdos concernentes ao ensino fundamental menor.

Os professores participantes lecionam em escolas dos Territórios Pau Pombo, formado pelas comunidades de São Roque, São Raimundo, Pau Pombo, Boi de Carro, Faxina, Chapadinha e do Território Vivo, que alcança também as comunidades de Bacuri, Mundico, Aranha, Vivo, Maiabi, Rio do Curral, Mata de Pantaleão, sendo que as três últimas comunidades pertencem ao município de Mirinzal.

Na cerimônia de certificação dos 43 professores concluintes, a liderança do MOQUIBOM Naildo Bragra ressaltou a importância da formação na construção da educação quilombola na Baixada, enfrentando o déficit histórico da desatenção da educação quilombola a nível nacional e estadual, qualificando ainda mais os professores quilombolas e com maiores bases curriculares para os educandos das escolas quilombolas.

Fim do conteúdo da página